setembro 13, 2019

L'Aperitivo: Old Fashioned

E a volta ao início!

Pense em algo que você tem plena certeza, em um porto seguro, em um lugar que você sempre pode voltar e vai ser bom, confortável. Este é o Old Fashined, um coquetel clássico, um dos mais clássicos de todos, inicialmente conhecido como Whisky Cocktail.

A história mais contada sobre sua criação diz que ele nasceu no Pendennis Club, de Louisville, Kentucky entre os anos de 1889 e 1895 pelas mãos do bartender Martin Cuneo, para agradar um cliente, o destilador de bourbon Coronel James E. Pepper. Porém, há menções desse drinque anteriores a esse período. O que deve ter ocorrido ali foi a introdução de frutas maceradas no preparo, o que foi moda naquela época.

Ao longo de tanto tempo de história sua receita passou por um sem número de modificações, ramificações e por retornos a receita original. Eu, particularmente, gosto da receita "homologada" pelo IBA (Associação Internacional de Bartenders) que é, para o meu paladar, aquele refúgio aprazível, honesto, seguro.
Se você quiser conhecer mais variações do Old Fashioned Whisky Cocktail (nome completo do preparo) vou deixa aqui um vídeo do How to Drink, um dos canais de coquetelaria que mais gosto, sem falar que o youtuber é um queridão.
Minha proposta aqui é trazer um pouco do universo da coquetelaria de uma forma descontraída, com receitas sem muito malabarismo e com ingredientes acessíveis. Falo isso porque esta receita pede Bitter Aromático Angostura, que dá uma complexidade especial ao seu coquetel e nem é muito difícil de encontrar. Você pode achar o preço um tanto salgado para uma garrafinha tão pequena, mas o rendimento da Angostura é grande. Para cada drinque, usa-se algumas gotas. Rende muito.

Ingredientes

45ml de Boubon ou Rye Whiskey
Dashes de Angostura Bitter
1 Cubo de açúcar
Laranja
Água
Gelo

Comece encharcando o cubo de açúcar com Angostura, coloque em um copo Old Fashioned com um pouco de água. Misture até o açúcar diluir. Acrescente bastante gelo, o Bourbon (ou Rye Whiskey) e decore com um belo pedaço da casca da laranja e com uma cereja no maraschino (se tiver).
Este coquetel é tão importante para a história da coquetelaria que tem um copo com o seu nome, coisa para poucos. Caso você não tenha, um belo copo on the rocks vai lhe atender bem. E o cubo de açúcar? Pode ser substituído por uma colher de chá de açúcar demerara ou até xarope de açúcar. Ainda, se preferir um gostinho a mais de laranja, você pode utilizar uma fatia da fruta. Adapte a receita à vontade, só não deixe de provar!

Aprecie com criatividade e moderação!

Se você gostou do post comente e compartilhe com seus amigos. Me siga nas redes sociais para acompanhar minhas peripécias na cozinha e na vida e se inscreva no blog para receber todas as atualizações.

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search