fevereiro 22, 2017

Acreditem, o blog voltou.

Eu sei, mais uma vez que digo que vou retomar o blog. Depois faço uma postagem, digo que voltei para ficar e vou embora. Mas dessa vez é diferente. Prometo.

Gente, quem me acompanha sabe que vendemos o Armazém Artusi. Sim, vendemos depois de 2 anos. Não dei conta, não. Embora amasse tudo e todos (cada cliente querido, que chega a dar dorzinha no peito de saudade!) eu vi que não era essa a relação que eu gostaria de manter com a gastronomia. Cozinha profissional não é para uma cabeça sempre em devaneios e inquietudes como a minha. Ao mesmo tempo que estava realizada com o sucesso do negócio me frustava por não ter energia para fazer outras coisas, como ler, escrever, pesquisar, fotografar, viajar. Foi duro mas tive que ser honesta comigo e com meu marido-sócio. Vendemos e tivemos uma festa linda cheia de amigos, clientes amados demais, muitas risadas e choro. Saí do negócio com a alma lavada e com a certeza que fizemos a diferença, por dois anos, na vida de cada um que entrava no Armazém: seja por um dedinho de prosa, uma café bebido juntos, um sabor apresentado, um abraço demorado, uma gargalhada daquelas que vem da alma, um bolo saindo do forno, um pão cascudo com azeite degustado ali, em comunhão... E vi isso na nossa festa de despedida que foi uma das coisas mais lindas que já tive na vida. Gratidão eterna por ter podido viver isso.

Me auto declarei em férias em novembro e de lá para cá - estamos em fevereiro-, tenho curtido muito a rua, a vida, os amigos, as festas, as conversas, os passeios, as leituras, os filmes, as músicas. Coloquei a cabeça no lugar, pois precisava de reconectar comigo, com meus desejos e meus projetos. Recebi amigos espanhóis em casa, fiz várias trips com eles pelo Rio Grande do Sul, depois recebi a mineira mais linda da face da terra, e curtimos sol, piscina, praia, amigos, filmes e vídeos bestas no Youtube. Fiz festinha no apê com luzes, fumaça e som alto. José e eu fomos curtir uma micro lua-de-mel numa praia maravilhosa em Santa Catarina e lá encontrei um amigo muito querido que não via há quase 10 anos. Nos intervalos entre uma visita e outra eu me afundei em textos teóricos sobre Análise do Discurso, me reencontrei com o Artusi e estou muito feliz com a possível volta à universidade. Tenho lido tantas coisas bacanas sobre a história da alimentação, sociedade e autoria, coisas para o projeto de mestrado que me deixam muito instigada e com um furor de querer saber mais. Iniciei  também um projeto para ler uma escritora ao mês durante este ano - leituras de ficção, de preferência que tratem sobre o universo culinário-, e tem sido lindo. Agora estou aqui em Minas Gerais, finalizando minhas férias que vão até o carnaval. Já tomei muita pinga, comi muito torresmo, provei pequi e conheci pessoas tão especiais que já estou articulando minha volta a Uberlândia. Até remar de caiaque eu remei. Rá!

Tenho rido muito. Tenho chorado um pouco também. Optar por um caminho é deixar outro de lado, e daí vem o luto, vem a angústia em querer saber se vai dar certo, se não estou velha para isso, se vou ter grana, se vou me realizar profissionalmente, se vou dar conta de ler e escrever tudo que quero, se vou emagrecer os 10 kg que preciso. Enfim, essas coisas.

O fato minha gente, é que a partir de março o blog volta com as receitas italianas abordadas pelo ponto de vista da história, da etimologia, da tradição. O velho blog Cucina Artusiana.

Espero vocês por aqui.

Rica cara de felicidade. (Bento Gonçalves, 2017)


10 comentários:

  1. Vivaaaaaa!!!! Viva o retorno, viva o torresmo e a pinga! Viva Artusi! Viva principalmente o universo que colocou uma lindeza como vc no meu caminho! Estamos te esperando sempre de braços abertos em Minas.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito de ler o seu post, bem vinda de volta.

    ResponderExcluir
  3. Confesso que estou devendo aquela ligação do skype (não consegui ainda espaço no celular pra instalar o app), mas isso soa mais como uma desculpe esfarrapada. Seja bem-vinda de volta. Passei algum tempo sem novidades no meu blog de gastronomia predileto, a minha referência mais confiável, mas sempre que eu precisei, ele estava ali.
    Torço muito para você encontrar seus caminhos e trilhar eles de forma leve e realizadora. Vá marcando seu caminho com pedacinhos de pão, para o caso de querer achar o caminho de volta para uma visita.
    Você é a melhor aqui por esses mares.
    Beijo e obrigado por voltar!

    ResponderExcluir
  4. Bentornata Carlitcha!! Adorei o texto.

    Somente experimentando na pele podemos saber se realmente queremos que o sonho vire a nossa realidade ou nao. corajosa!!

    Porque voce nao cria um cantinho aqui no blog com os nomes dos livros de culinaria que voce for lendo ao longo dos meses? assim eu pego as dicas ;)

    um grande abraço!
    Gabi

    ResponderExcluir
  5. Bom retorno, Carla! Sempre é tempo de recomeçar.
    Estamos lhe aguardando!
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
  6. Ahh, nem precisa esperar, já estou aqui e voltarei sempre!Que notícia boa saber que voltou pra ficar, ansiosa por tudo que vai partilhar conosco e claro, com esperança que agora possa dividir tbm algumas daquelas receitinhas maravilhosas que rolaram no Armazém pra quem só podia ver de longe, um tal bolo madeira, humm.
    Seja bem vinda, sucesso sempre!
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. MENEGHETTI - choro de um lado com risos de alegria, pelo retorno, de outro. espero com curiosidade, respeito pela qualidade e com as surpresas que o site nos oferece. feliz retorno e espero que seja duradouro.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.