fevereiro 06, 2011

Brioches – Artusi 575

A frase “Então, que comam brioches” ficou martelando na minha cabeça enquanto escolhia uma receita para fazer no sábado. Busquei no Artusi o que queria e lá fui eu para a aventura de fazer pão.

Eu adoro fazer pão. O lance de amassar, esperar, ver levedar... A química acontecendo. Acho fantástico. Depois tem o cheiro do pão no forno que é um dos aromas mais gratificantes no mundo da cozinha. Gostaria de saber fazer mais tipos, de usar outros tipos de fermento, usar outros tipos de farinhas. Espero que o curso me ajude nisso.

Antes de ter um olhar mais atento à culinária, sempre tinha em mente o brioche como um pão pequeno com uma bolinha encima. Depois comecei a ver ele em outros formatos e decido fazer uma unidade única, mas a massa rendeu bastante e acabei dividindo em duas formas.

Substituí a levedura de cerveja por fermento fresco. Provavelmente uma heresia, eu sei. O resultado ficou gostoso, mas a textura ficou esfarelenta. Quando coloquei a terceira vez e última para levedar, já nas formas, deveria colocar em um lugar morno. Pois bem, coloquei na janela do escritório onde estava pegando sol e fui fazer outras coisas. Quando passaram os 30 minutos e fui pegar as formas para levar ao forno vi que a massa cresceu muito, muito. Grudou no pano úmido que coloquei, derramou na janela, no sofá e ainda uns pingos suicidas se atiraram do terceiro andar.

Limpei a lambança das formas e as coloquei no forno. Depois de 40 minutos tirei do forno e eles estavam dourados, cheirosos, mas não haviam crescido criando aquela “barriguinha”. Quando pude cortar vi que a textura esfarelenta não deixaria eu curtir o pão do jeito que gostaria: com nata e geléia de uva. Comi umas fatias e decidi fazer algo melhor com eles, que será a próxima receita. :)

Brioches – Artusi 575

Ingredientes

300 gramas de farinha
150 gramas de manteiga em temperatura ambiente
30 gramas de levedura de cerveja – usei fermento fresco
20 gramas de açúcar
05 gramas de sal
06 ovos

Dilua o fermento em água morna e usando ¼ da farinha. Faça um pequeno pão redondo com uma boa consistência, fazendo um corte na sua superfície em cruz. Coloque para levedar em uma tigela em lugar morno. Deixe dobrar de tamanho (aproximadamente 50 min.). Coloque o restante da farinha em outra tigela, faça um buraco no centro, coloque o açúcar, o sal e UM ovo e com os dedos, una os ingredientes e acrescente a manteiga em pedaços e comece a misturar tudo com a farinha. Amasse com as mãos e acrescente a massa fermentada. Acrescente um ovo de cada vez e continue amassando. Se achar melhor use uma espátula, pois a massa resulta bem líquida. Depois de incorporar todos os ovos leve a massa para algum lugar morno para fermentar pela segunda vez (40 min.). Quando a massa estiver levedada divida em duas ou três formas pequenas previamente untadas com manteiga e polvilhadas com açúcar de confeiteiro e farinha. Recoloque as formas para fermentar (cautela aqui, gente!) e depois leve ao forno pré aquecido a 180º C. Asse por 40.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.