julho 18, 2014

Odore di Vaniglia [Essência caseira de baunilha]

No início da semana postei no Instagram uma foto da minha essência de baunilha comentando o quanto ela precisava de vodka. Nunca tinha pensando em postar sobre o tema aqui, mas uma leitora sugeriu e cá estou, vou falar um pouco de como fiz e mantenho a minha garrafinha.

Esta essência eu tenho desde 2012, quando voltei da Itália. De lá trouxe algumas favas e achei melhor "eternizá-las" no álcool. Depois fui acrescentando as que usava no dia-a-dia da cozinha.

Como? Bom, quando tenho que fazer um doce uso somente a parte interna da fava, as sementinhas, e a fava aberta coloco na garrafa. Não consigo fazer diferente. Se tenho que fazer um creme de confeiteiro, por exemplo, não coloco a fava no leite, me dói pensar que esta não vai para a garrafa.

Uso vodka como álcool, mas pode ser usado rum e claro, álcool de cereais. Eu prefiro vodka, pois tem menos interferência no resultado, já que é bastante neutra. Se vai usar rum, cuide para que não seja envelhecido e com gosto mais acentuado. 



Quando postei a foto eu fiz porque tinha acabado de trocar de garrafa. A que usava desta era uma escura, o que é ideal. Porém, a escura que usava apresentou problemas na tampa e só consegui garrafas transparentes. A dica aqui é: garrafas escuras. Caso não consiga, coloque a sua garrafa em um lugar escuro, fresco e longe de cheiros fortes. Ah, e atenção para que a tampa feche bem. 

Se você vai fazer pela primeira vez tenha paciência, pois para usar a sua essência vai ser necessário pelo menos 2 meses. E para que tudo ocorra bem siga alguns passos importantes:

  • Lave bem a garrafa que você utilizará, esterelizar é fundamental para que não ocorra contaminação
  • Coloque as favas na garrafa e encha o recipiente com o álcool escolhido cobrindo as favas
  • Tampe bem a garrafa e leve para o fundo de um armário e, pelo menos 1x por semana, mexa nela: dê umas sacudidas para ela acordar
  • Se nesse meio tempo você utilizar favas novas não pense duas vezes em colocá-las na garrafa. Quanto mais, melhor.

Como a garrafa nova é maior e tive que completar com bastante vodka, antes de fazer isso preenchi uma garrafinha menor para o uso dos próximos meses. Assim tenho uma essência concentrada e não preciso mexer na que completei com vodka + 1 nova fava de baunilha. 







Pode parecer um tanto caro no início, pois você vai precisar de pelo menos 2 favas, álcool e recipiente, mas pense que assim você terá um produto natural, feito por você. Nada daquela coisa sintética comprado no supermercado. Vale a pena o investimento e o tempo de espera. Garanto!








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.