maio 20, 2014

Pane Integrale [Pão integral]

"Refém", é o nome de um dos episódios do Porta dos Fundos e mostra o quão somos "reféns" dos prestadores de serviços. O personagem passa sei lá quantas semanas dentro do apartamento, sem arrastar o pé de dentro de casa, esperando que uma loja entregue seus móveis. Agora me digam: quem aqui já passou por situação parecida?

Aqui em casa estávamos há mais de 10 dias esperando o funileiro que viria instalar os canos novos do nosso fogão a lenha. Seria numa quarta-feira, mas ficou para um sábado que passou para segunda, que chegou hoje, dez dias depois. E como ele "garantiu" (as outras vezes também foram garantidas) que viria hoje cá ficamos em casa esperando o grande momento. Como me programei para fazer nada fora neste abençoado dia, tive bastante tempo para atender aos caprichos desse pão: horas de fermentação.

Caso você esteja esperando a entrega de alguma coisa e está preso em casa, torcendo para que o interfone toque, faça este pão. Pelo menos, caso receba apenas uma ligação dizendo que ficou para daqui dois dias, você terá um bom motivo para pensar que não perdeu seu dia.






Pane integrale - Pão integral

Este pão é a versão com farinha integral deste outro aqui, que veio lá do livro da Marcella Hazan.


Ingredientes

02 colheres (chá) de fermento biológico seco
02 xícaras de água morna
1/4 de colher (chá) de açúcar
03 xícaras de farinha de trigo + 1/2 xícara para as sovas
02 xícaras de farinha de trigo integral
02 colheres (chá) de sal
01 colher (sopa) de azeite de oliva


Peneire as duas farinhas juntas.

Em uma tigela dissolva o fermento em 1/4 xícara da água morna e adicione o açúcar. Deixe o fermento crescer por mais ou menos 10 minutos. Quando isso acontecer, junte duas xícaras de farinha e mais 3/4 da água morna. Misture com uma colher de pau. Polvilhe com farinha a superfície de trabalho, coloque a massa e sove por mais ou menos 15 minutos. Se a massa grudar nas mãos, polvilhe um pouco de farinha. Faça uma bola, coloque em uma tigela polvilhada com farinha e cubra com um pano molhado (limpo e torcido!). Deixe descansar em lugar morno e sem vento por 3h.

Passadas as 3h, a massa deve ter dobrado de tamanho. Coloque as 03 xícaras restantes de farinha na superfície de trabalho, acrescente a massa levedada e vá sovando, incorporando o que sobrou de água (será necessário reaquecê-la). Sove por 10 minutos, acrescente o sal e o azeite. Sove por mais 10 minutos. Faça uma bola com a massa e a coloque novamente na tigela polvilhada com farinha, cubra com o pano molhado e deixe descansar por mais 3h.

Polvilhe a superfície de trabalho com farinha, sove a massa mais uma vez, até retirar as bolhas de ar. 
Faça uma grande bola com a massa e coloque em uma forma untada com azeite de oliva. Cubra com um pano de prato molhado e limpo. Deixe descansar por 40 minutos.

Pré-aqueça o forno a 250ºC por 15 minutos antes de colocar o pão para assar.

Faça um corte em cruz de aproximadamente 2cm de profundidade na massa e leve ao forno. Asse por 12 minutos a 250ºC, diminua a temperatura para 190ºC e asse por mais 40 minutos.

Retire do forno e coloque em uma gradinha para esfriar.








5 comentários:

  1. Bah, guria, se tu quer uma boa desculpa pra fazer esse pão, eu te ligo dizendo que vou aí. Pode ser? :P

    Ahaahah! Beeeijo!

    ResponderExcluir
  2. Nossa Carla, o pao ficou com uma aparencia linda e cheia de furinhos, vou tentar, vc usou farinha de trigo de uso geral uo usou a propria para pao? Sempre faco pao aqui em casa, e agora gostaria de testar com o trigo proprio que tem mais gluten e mais proteina, mas nao consigo encontrar onde moro, Niteroi/RJ

    ResponderExcluir
  3. Que Delicia de receita, fico a imaginar o cheirinho de coisa boa saindo do forno quentinho... Huuuuuuuuuuuummmmmmmmmmmm!!!
    Beijos Márcia (Rio de Janeiro - Brasil)
     
    http://decolherpracolher.com.br

    ResponderExcluir
  4. Certamente vale a pena toda a espera, vou experimentar!
    Bj Carla.

    ResponderExcluir
  5. Uma delicia de pão. Experimente utilizar a farinha integral argentina, você verá que não precisa misturar e o pão fica super leve.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.