setembro 30, 2013

Tagliatelle al ragù di anatra [Tagliatelle com ragù de pato]

Aconteceu aqui no Cucina Artusiana um momento raro: cozinhei com carne. E carne de pato ainda! 

Há tempos que quero usar pato, mas os que via no supermercado não me agradavam. Na verdade meu irmão tem dois patos na casa dos meus pais mas pelo jeito acho que ele não vai colocá-los na panela. Até sugeri que gostaria de cozinhá-los mas ele se fez de louco e não me deu muita bola não. Fiquei esperando e nada. Acabei comprando num açougue super bacana que abriu aqui em Gravataí. Aliás, eles tem coelho e certo que em breve teremos coelho por aqui. Abriu a temporada de "caça" no Cucina!!!!!

O tagliatelle al ragù di anatra é um prato da tradição toscana, principalmente na cidade de Arezzo onde é consumido aos domingos. E olhem que amor: pato [anatra] é chamado de nana pelas bandas de lá.





Tagliatelle al ragù di anatra
(Receita daqui)

Para a massa fresca a receita você encontra aqui.

Ingredientes para o ragù

01 pato de aproximadamente 2kg
01 colher (sopa) de azeite de oliva
01 cenoura média
01 pedaço de aipo
01 cebola grande
01 alho poró pequeno
150 ml de vinho tinto - usei 50ml de cachaça envelhecida
02 colheres (sopa) de sugo - ou 2 colheres (sopa) de tomate pelado triturado
Sal e pimenta a gosto
Ervas frescas: tomilho, alecrim, louro, sálvia...
Manteiga em temperatura ambiente

Dica: com o pescoço do pato e as asas eu fiz um caldo expresso para usar no preparo do ragù: coloquei para ferver 3litros de água em uma panela, a carne, 1/2 cebola, 1/2 cenoura, louro, aipo e talos de alho poró. Deixei em fogo baixo enquanto preparava a receita e na hora de usá-lo, coava direto na panela. 


Corte o pato em pedaços e coloque para fritar em uma panela grande com azeite de oliva. Deixe dourar bem. Observe que esta cocção resulta em muita gordura, pois a carne é muito gordurosa. Por isso, tire a carne da panela e retire esta gordura. Eu guardei, enchi um potinho de manteiga Aviação!

Na mesma panela refogue a cebola, o alho poró, a cenoura e o aipo. Coloque novamente a carne na panela, deixe refogar um pouco e acrescente o vinho. Deixe o álcool evaporar e cubra a carne com o caldo. Acrescente as ervas, o sal e pimenta. Deixe cozinhe por aproximadamente2h em fogo baixo, cuidando para não secar o molho. Vá acrescentando caldo aos poucos. 

Quando a carne estiver bem macia, retire da panela, deixe esfriar um pouco e desfie. Atenção: cuidado para que a carne não fique com pequenos ossinhos. 

Coloque o pato desfiado na panela novamente, acrescente o sugo de tomate e caldo, acerte o sal e a pimenta e deixe o molho encorpar. 

Cozinhe a massa e, no prato em que for colocada, coloque manteiga no fundo. Escorra a massa, coloque no prato e cubra com o ragù.



Para o pessoal de Gravataí e arredores, o açougue é o Portal das Carnes: http://portaldascarnes.net

3 comentários:

  1. Nossa, que delícia isso parece... E a massa? tem alguma dica de uma dessas que a gente compre no súper?

    ResponderExcluir
  2. OI, Carla, tens alguma dica de uma massa boa que a gente compre pronta no súper para fazer com esse pato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria José,

      Este ragù tem a sua tradição com o tagliatelle, mas pode ser utilizado com outros cortes como o parppadelle, ou seja, massas mais largas.

      No supermercado há algumas boas opções de massas secas, principalmente as importadas da Itália. E em Porto Alegre há duas opções ótimas para a compra de massas frescas: o Pastifício Italiano e a Propasta.

      Beijos!!

      Excluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.