setembro 23, 2013

Latte brûlé - Artusi 692 [Leite brulée]

A primavera chegou por aqui cinza, gelada e molhada. Chove há quatro dias, faz aquele friozinho gostoso que tanto amo. Até o fogão a lenha que pensei que não seria mais utilizado até a próxima temporada está a toda! Bom, muito bom. Por mim pode continuar dessa maneira.

E dias assim pedem um docinho fácil de fazer e mais..assim...calórico. Doce com cara de outono-inverno, sabem? Aproveitei que tinha 1 litro de leite integral na geladeira e ovos coloniais que ganhei dos meus sogros e fiz este creme...pudim.

O latte brûlé que aparece no Artusi provavelmente vem dos receitários franceses de sua biblioteca onde constam como crème brûlée e crème au caramel. Mas, o brûlé não é da camada de açúcar queimado na superfície do doce, mas sim na sua base. Parece muito com o nosso famoso pudim de leite e pode ser assim feito, em forma de pudim e depois colocado em um prato utilizando a calda de açúcar queimado.

Eu optei em colocar em prato refratário grande mas poderia ter colocado em ramequins, potinhos individuais, assim como este da foto. 






Latte brûlé - Leite brulee

Ingredientes


01 litro de leite integral
08 gemas
02 claras
180 gramas de açúcar

Em uma panela cozinhe o leite com 100 gramas de açúcar - fogo baixo por aproximandamente 30 minutos. Retire do fogo e deixe esfriar por completo.

Pré-aqueça o forno a 250ºC.

Em outra panela queime o açúcar restante e, quando estiver cor caramelo escuro, derrame sobre uma forma (ou prato refratário). Misture o leite frio com as gemas e as claras. Coloque na forma com o açúcar queimado, passando antes por uma peneira. Asse por aproximadamente 2h em banho-maria. Para saber se está pronto, faça o teste do palito, que deve sair limpo.

Como fiz em prato refratário quis que criasse uma casquinha na superfície, então, 30 minutos antes de sair do forno liguei o gratinador do forno. Fiquei com um pouco de receio em tentar desenformar e acho que, para isso, ele deve ficar uns 30 minutos a mais no forno. 

Sirva frio ou gelado.





Uma outra receita bastante parecida e com os mesmo ingredientes é chamada de latteruolo. Confira clicando aqui.






4 comentários:

  1. Adorei ,tem um aspecto super delicioso.
    boa semana
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Carlinha .vim aqui conferir se esta sua receita era a mesma receita que minha vó fazia. Atirei no vi e acertei no que não vi. Essa não, mas a que você mostra no link sim, ou pelo menos é muito parecida. Gosto de vir aqui para ver as receitas do titio Artusi na tentativa de resgatar alguma receita que minha vó fazia, pois ela não tinha nada anotado e toda cultura culinária da minha família era passado oralmente de mãe para filha na pratica do dia a dia e muitas receitas ficaram esquecidas e se perderam. Gostei do aspecto delicioso desse pudim, até dá pra imaginar a cremosidade, vou fazer! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Carla do céu, essa textura granulada, furadinha me deixa aguada..maravilhoso!

    ResponderExcluir
  4. Preciso confessar que estou com 2 invejas de você: do clima frio e chuvoso (amo!!) e desta maravilha de latte brûlé... haha...:D
    Bjos...saudades
    Tania Minatel

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.