novembro 29, 2012

Gelato di cioccolata - Artusi 761 [Sorvete de Chocolate]

No início da semana fiz um curso de confeitaria muito interessante. Ahhh, a confeitaria! Caprichosa e delicada que só! Várias etapas, temperaturas exatas, medidas exatas. Peneira, coa, resfria, espera esquentar de novo. Um universo que não é muito o meu, mas que a cada dia que passa eu fico mais atenta. O processo pode ser demorado (não necessariamente) mas o resultado é sempre belo.

E juntando essa experiência do curso com uma conversa que tive com a Stefânia penso que, enquanto a cozinha quente é um motivo de estresse, de ambiente hostil de calor, facas, piso escorregadio e quinhentas horas em pé, atuar na confeitaria é um passo ao zen. Trabalhar a paciência, o processo e o temperamento de cada ingrediente pode nos tornar uma pessoa melhor, no mínimo mais concentrada e menos ansiosa. Será que estou me apaixonando?!

Hoje trago uma receita de sorvete de chocolate do livro do Artusi. E, como experiência, usei técnicas do que aprendi no curso. Ou seja, usei os ingredientes e proporções artusianas, mas alterei o modo de preparo, que nas indicações de Artusi é um tanto diferente.  Não é nada de mais, apenas técnicas clássicas. Nenhuma novidade, somente um pouco mais de atenção.

Gelato di cioccolata - Artusi 761

1 litro de leite
200 gramas de chocolate (sugiro no mínimo meio amargo)
120 gramas de açúcar
02 gemas

Detalhes: Usei leite integral, pois usei chocolate 85% cacau e queria um pouco mais de gordura no sorvete.

Misture as gemas com o açúcar e misture. Reserve. Coloque o leite para esquentar e, antes de levantar fervura (84ºC) retire do fogo. Coloque um pouco na mistura de gemas, misture e derrame este creme no restante do leite. Leve novamente ao fogo baixo mexendo sempre e cuidando para não ferver. Vá alternando fogo e fora do fogo para não correr o risco que a mistura ferva e se encha de grumos. 

Essa primeira etapa é o creme inglês e pode demorar um pouco para ficar mais espesso. Muita calma, nada de fogo alto. 

Quando ficar espesso (creme bem líquido), retire da panela, coe o creme e coloque em uma tigela. Deixe amornar. Quando a temperatura estiver morninha (40ºC) coloque o chocolate picado e misture para que ele derreta e incorpore ao creme.

Leve ao congelador por 30 minutos. Retire e misture novamente. Repita essa operação 3x.


O sorvete e a sua dificuldade de ser fotografado...






10 comentários:

  1. Ai que delícia! O chocolate meio amargo deve ter deixado ainda mais gostoso!!!

    ResponderExcluir
  2. Uau! A simplicidade das coisas. Me lembrou muito o chocolate quente que eu faço desde criança. E quem diria que a fórmula estava perto de ser um sorvete de chocolate, meu predileto. Pode apostar que me arriscarei a fazer, mesmo se tiver que errar algumas vezes até conseguir o resultado correto. Lindo seu texto, você está apaixonada, não tenha dúvidas. :) Ueba! Viva o CA! Beijo, Carlinha.

    ResponderExcluir
  3. oi, amore! A confeitaria propriamente dita também não é a minha praia...porém a Stef tem cancha e propriedade de quem entende bem do assunto!Gostei do teu paralelo entre a cozinha quente e a confeitaria! Muito legal!!! Um beijo e um queijo!

    ResponderExcluir
  4. Hum... hum... hum...
    Morri de tanta vontade de experimentar.
    bjo

    ResponderExcluir
  5. Humm, esse sorvete parece que dá um pouquinho de trabalho, mas a possibilidade de consumir sem conservantes, com pouco açúcar e feito por nós, faz valer a pena n'é Carla?
    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Oi Carla! Só um sorvetinho para aplacar o calor e a loucura do fim do ano! Aproveito para te fazer um convite.
    Estou propondo a Primeira Blogagem Coletiva no Brie com Goiabada. O tema é: Lembranças de refeições da Infância” . Conto com a sua presença. Será sorteado um kit.
    Confira.http://briecomgoiabada.blogspot.com.br/2012/11/blogagem-coletiva-brie-com-goiabada-com.html?showComment=1354269305925#c9061764222900089223
    Beijo
    Fabiola

    ResponderExcluir
  7. Pois é Carlita, acaba sendo um bom divã de terapia, não é mesmo? Mas no fim sempre acho que a beleza d cozinha é essa, cada dia uma descoberta diferente e cada dia agente se apaixona por algo mais.

    By the way, sorvete de chocolate nunca é demais!

    Ahhh, volto em POA em fevereiro.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Difícil não se apaixonar pela confeitaria e toda a sua arte!!! Passar horas no preparo de coisas tão delicadas e belas é uma terapia para mim.

    Adorei a receita do sorvete! Ideal para hoje...está um calor de matar por aqui.

    Bjos
    Tania


    ResponderExcluir
  9. Carla, se vc está se apaixonando, nós iremos nos deliciar!;)
    Com ou sem dificuldade em fotografar, o sorvete parece muiiito apropriado para mim com esse calor!!
    Bjs,

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.