outubro 18, 2012

Crostata - Artusi 616

Continuando o nosso desfile de doces italianos hoje trago um clássico dos clássicos: a crostata, um tipo de torta que tem como base a pasta frolla [massa amanteigada doce, pâte sucrée].

Artusi entende por crostate "aquelas tortas que tem como base massa amanteigada doce e recheio de geleias ou creme de confeiteiro." E foi isso mesmo que trouxe hoje, uma crostata com creme e fruta, no caso, laranja.

O creme eu já tinha preparado e estava guardadinho para essa receita. A geleia eu usei uma pronta que estava de bobeira na geladeira. Apenas a fervi com um pouco de água e, como era light (paradoxos da minha despensa!), coloquei duas colheres bem cheia de açúcar para ela deixar de ser metida a besta. 




Eu optei em fazer a receita que aprendi de pasta frolla e não a do Artusi que, embora apresente três versões, eu não quis arriscar, pois estava sem muito tempo para experiências. E fazer essa massa para mim é sempre um motivo de desconforto, logo, vamos no que é certo, né?!

A "minha" receita é a seguinte (3-2-1):

Pasta frolla

300 gramas de farinha de trigo 
150 gramas de manteiga bem gelada cortada em cubos
75 gramas de açúcar
03 gemas 

Peneire a farinha e o açúcar em uma tigela, acrescente a manteiga e, com as pontas dos dedos, comece a misturar a manteiga com os outros ingredientes formando um farofa, acrescente as gemas e vá incorporando à mistura sem trabalhar muito à massa. Coloque em um saco plástico e leve para a geladeira por 1h. 

Pré aqueça o forno a 220ºC

Divida a massa em duas partes, uma delas, coloque novamente na geladeira. Com um rolo abra a outra parte da massa entre dois plásticos (isso facilita tanto na abertura dela para não quebrar, quanto na hora de colocar na forma). Abra do tamanho que posso cobrir o fundo (falso) e as laterais da forma. 

Com um garfo faça furinhos para que não cresçam bolhas de ar. Forre a forma já com a massa com papel alumínio e coloque grãos (pode ser feijão) para pesar a massa na hora de assar. Leve ao forno por 25 minutos.

Enquanto assa, abra a segunda massa e corte em tirinhas fina que servirão de decoração da crostata. 

Retire a massa do forno, retire o papel alumínio com os grãos.

Recheios

A crostata pode ser recheada com creme de confeiteiro ou com geleias. Eu optei em rechear com creme de confeiteiro, colocar as tirinhas de massas criando um trançado e, nos espaços, colocar pequenas porções de geleia de laranja. 

Como optei pelo sabor de laranja, coloquei no creme de confeiteiro raspas da casca de uma laranja, para intensificar mais o sabor e criar uma unidade. Mas você pode fazer apenas com a geleia de sua preferência. O resultado vai ser uma crostata mais sequinha. A crostata com geleia de uva, por exemplo, e uma delícia.

Outra possibilidade é a crostata alla frutta, onde a massa é assada por 40 minutos e depois recebe o creme de confeiteiro como recheio e frutas frescas como cobertura. Não volta mais para o forno. 

A minha versão de crostata recebeu o creme e a geleia e voltou para o forno por mais 25 minutos. Polvilhei com açúcar de confeiteiro e decorei com laranja supreme. 



E então, quais serão os dois últimos doces??? Cannoli siciliani? Bavarese? Torta Meringata? Zucotto? Semifreddi? Ohhhh, dúvida. Na verdade nem eu sei ainda...



10 comentários:

  1. Ma che bello!

    Você sabe que eu não sou de comer doce, né? Mas esse deu vontade, ainda mais que tem geléia de laranja (sou pirada por ela...principalmente as azedinhas).

    A massa ficou linda! Está uma textura ótima!

    Acho que tem alguém que tá virando confeiteira e não sabe....rsss

    Beijo bem grande Querida!

    ResponderExcluir
  2. Bah...nem vou dizer (já dizendo) que esta torta ficou divina...tanto a apresentação, quanto deve ter ficado o gosto...e amo as justificativas que tu dás para as coisas...como aquela da casca de laranja para "dar unidade"!!! Nunca ia pensar nestes termos...eu já ia colocar "para combinar" ahahahahah...isso é para quem tá podendo, né Carlinha? Para quem estudou, se dedicou, suou para isso! Parabéns, querida amiga! Está 11 ! Um beijo...e um queijo!

    ResponderExcluir
  3. que coisa mais linda!
    quando li crostata pensei num aperitivo que acho muito em Londrina kkkkkkk
    estou aprendendo outros significados por aqui tbm! hehe
    bjosss

    www.brisandonacozinha.com

    ResponderExcluir
  4. Carla, metida a besta foi ótimo!! heheheee... Eu também optaria pela massa frolla (que eu estou carque e adoro!) rs...

    Sua torta ficou linda, parecendo até com foto de revista.

    Bjuuu!!!

    ResponderExcluir
  5. Me amarrota que eu tô passada, gente isto não pode nem ser chamado de doce tem que ser chamado de Deuses!!! ( e olha que eu nem sou chegadona em doces, mas comeria um pedaço agora mesmo).
    bjo

    ResponderExcluir
  6. Carla querida, sua torta tá um arraso!
    Ficou tão bem apresentada que me deu vontade de comer... logo :)
    Por isso guarda a minha que eu tô chegando :)
    Parabéns!
    Beijão <3
    Queila

    ResponderExcluir
  7. Carlinha, eu com uma geleia de laranja divina na geladeira e você me vem com uma torta dessa. Não é coincidência, você publicou essa receita pra mim, foi não?
    Já fiz a crostata com uva, que coisa boa! Levei para um encontro de amigas e foi sucesso.
    Bom domingo, querida!

    ResponderExcluir
  8. Essa crostata sabor laranja (amo) me conquistou totalmente, será que me arrisco??
    Bj e um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.