agosto 03, 2012

Zabaione - Artusi 722

Nem lembro qual foi a última vez que postei um doce por aqui. Para reestabelecer minha relação com o açúcar decidi trazer essa receita clássica italiana: zabaione. E mais: artusiano, pois Artusi faz tempo que não dá as caras também.

O zabaione (ou zambalione ou zabaglione) é um creme doce, denso e espumoso que se prepara cozinhando em banho maria gemas, açúcar e vinho licoroso, geralmente marsala. É uma receita fácil de ser executada, pede poucos ingredientes e é bastante versátil. Pode ser consumido puro, apenas polvilhado com canela; pode ser consumido morno com biscoitos, pão de ló ou fatias de panetone; pode ser usado como molho doce para outras sobremesas, como pudins, frutas (pêssegos, mangas...) e até mesmo com as frittelle, as friturinhas italianas de carnaval, e ainda pode ser recheio de tortas quando incorporado ao chantilly. Enfim, é uma receita que pode ser usada e abusada.

O vinho recomendado é o marsala, mas já vi várias receitas sugerindo vinho madeira e porto. Artusi ainda diz: "se deseja o zabaione mais espirituoso, acrescente uma colherinha de rum". Eita!

Zabaione - Artusi 722

Ingredientes

03 gemas de ovos frescos - usei orgânicos fresquíssimos que ganhei da minha vizinha
30 gramas de açúcar refinado
150ml de vinho Marsala*

usei apenas 30 gramas de vinho do porto, pois já fiz com 150ml e ficou muito, mas muito forte. Parecia um daqueles fortificantes do século passado. O que não deixa de ser, na verdade, o zabaione, né?! Uma bela gemada batizada com vinho licoroso, levanta até defunto...

Ok, considerações à parte, segue o modo de preparo.

Coloque uma panela pequena com água para ferver. Em uma tigela, ideal para banho maria, coloque as gemas peneiradas e o açúcar. Misture bem. Acrescente o vinho e leve a tigela para o banho maria, que deve ser apenas com o calor e não com contato com a água. Com um fuê bata o creme sem parar por aproximadamente 10 minutos. Atente mesmo para que as gemas não cozinhem no fundo. O creme deve resultar denso e espumoso e de coloração clara. Esse meu foi feito com ovos "da colônia", com gemas de um cor de laranja muito vivo, e eu não consegui deixar mais claro. Coloque em tacinhas de vidro, se for servir puro. Aconselho que sirva em porções pequenas, pois o zabaione é bastante forte, não necessita de uma porção muito grande para satisfazer.





9 comentários:

  1. Olá Carla!

    Adoro Zabaione! Tu não tens nehuma receita de Sorvete de Zabaione? Obrigada por compartilhar esta receita deliciosa! beijo

    Nara

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nara!

    Tenho a receita, sim! Deixa chegar o calor que posto aqui. ;)

    Beijo e obrigada pelo comentário.

    ResponderExcluir
  3. Oi, amore! Realmente, faz tempo que não aparece um dopce por aqui, amiga...porém ao publicar, fizeste com maestria!!! A foto deste doce está um escândalo! Muito cremoso...quase dá para tocar! E a cor, então...e estas bolinhas de ar...11 !!!!!

    ResponderExcluir
  4. amo um docinho! amei a receita! que bom que fez as pazes com o açúcar!

    ResponderExcluir
  5. Que rica cara desse creme! Fiquei com vontade!

    ResponderExcluir
  6. Foto linda e tentadora, creio que já experimentei com frutas, mas foi quando ainda não questionava sobre nome ou ingrediente de receita (ou seja boba e alienada,rs)!!Pena não ter um Marsala!
    Bj,

    ResponderExcluir
  7. Zabaione. Só o CA pra me trazer receitas que meu pai adorava e sempre comentava ou fazia. Fiquei saudosista.

    ResponderExcluir
  8. Olá, alguma novidade sobre a receita de sorvete de Zabaione?
    Uma colega perguntou em 2012, mas não encontro a receita postada...

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.