maio 08, 2012

Um pulinho na Espanha - Parte II

No post anterior alguém perguntou quanto eu engordei na Espanha. Respondo: não digo que emagreci nessa temporada na casa dos meus amigos, mas também não engordei. Foram tantos quilômetros percorridos que tudo que foi consumido nem fez efeito. Ainda bem.


Uma rua graciosa em Ainsa


Quilômetros e mais quilômetros de campos de amendoeiras fizeram parte da paisagem

E nesses quilômetros todos pela Espanha, visitei castelos, monastérios, cidadezinhas quase cinematográficas, estive em paisagens lindas, ouvi um cuco de verdade, vi um cervo de verdade e comi comidas maravilhosas. E isso foi muito legal, pois esses meus amigos meio que "vestiram a camiseta" da viagem gastronômica e tentaram me mostrar coisas muito típica da região deles. Uma gastronomia muito saborosa e com bastante uso da grelha, uso do pão, do ótimo azeite deles, de legumes vários e da carne de porco que, enfim, é a minha carne favorita.




Essas fatias de pão caseiro tostadas, com tomate (que até agora não entendi o processo, se é picado, triturado ou esmagado...) e azeite, é uma daquelas coisas simples que você come e pensa: "obrigado, obrigado, obrigado!".






Mari gosta de fazer uma mistura estranha que resulta no que chamei de "o milagre do lambrusco". Ela pede o vinho mais simples da casa e adiciona gasosa (uma água doce com gás). Quando eu era pequena minha mãe fazia algo parecido para nós, mas era um vinho de mesa diluído em muitas partes de água e com muito açúcar. A medida que fui crescendo a água foi diminuindo e o açúcar abstraído... 


Migas
Quando vi no cardápio do restaurante a palavra "migas", eu saquei na hora! Só podia ser feito com pão. Migas, migalhas... E quando eles me explicaram que era miolo de pão "dormido" refogado com bacon e cebola, não tive dúvidas, era isso que eu sempre quis comer mas não sabia. 


Ovos com chorizo

Chorizo, salchichon, lomo, cecina... Embutidos ibéricos.

Em uma das noites Seve fez uma mesa de frios só com produtos regionais. Embutidos de diversos sabores e texturas e queijos maturados. Meu reino por uma noite igual a essa de novo!

Que delícia tudo isso, né?!
Amanhã termino a série Espanha... Sniff...

Um pulinho na Espanha - Parte I

10 comentários:

  1. E esse prato lindo com ovos? O que era?

    ResponderExcluir
  2. Laura, vou colocar as "legendas" assim que minha amiga me enviar os nomes. Lindo, né?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está lá! Não tem um nome específico, é apenas ovos com chorizo! Beijos

      Excluir
  3. Carla, minha mãe também fazia essa espécie de "sangria" quando a gente era pequena. Meio politicamente incorreto dar vinho para criança, né? Mas a gente tomava Biotônico Fontoura, então dava igual...haha. A carne de porco é muito mal compreendida e discriminada, uma pena, também adoro. Lindas (e deliciosas) fotos! Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu, Adri, além de Biotônico ainda tomava umas homeopatias tri loucas (e alcóolicas)para a asma...hahaha. Cada uma, né?!

      Beijos!!!

      Excluir
  4. Este post de hoje exerceu uma influência terrível na minha pessoa!!!!!
    Hoje mesmo vou arriscar a "Migas" e vou arriscar alguma coisa que fique parecido com aquele prato com ovos e sem nome. Ahhhhh vou mesmo. Depois te conto.
    E que fotos hein!!! bjos

    ResponderExcluir
  5. Delícia é pouco, babei aqui...eu quero!!Que viagem divina, hein!!
    Bj,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, foi uma viagem maravilhosa mesmo! Eu comeria tudo de novo...hahahah

      Beijos

      Excluir
  6. Carla, esse pão é muito simples, como a vida deveria ser. Grelhe as fatias de pão. Esfregue alho, esfregue tomates beeemmm maduros, regue com um fio de azeite. Pronto! Todos dizem "Obrigado, obrigado, obrigado". Coma com linguicinhas, torlilla de batatas, camarões, aspargos...ou sozinhos...rsrs
    Bj,
    Marcelo

    ResponderExcluir
  7. Humm... Que férias deliciosas! Olha,a seu site é uma graça. Meus parabéns! Eu visito sempre. E sabe aquele pão com tomate que vc disse lá na primeira foto que não sabia como fazer? Então. é bastante simples: vc tosta as fatias de pão, esfrega um dente de alho, e em seguida, esfrega também o tomate. Simples assim! Daí, é só jogar azeite.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.