maio 16, 2012

Frittata di Cavolfiore - Artusi 150 [Omelete de Couve-Flor]

Couve-flor aqui em casa sempre tem o mesmo destino: salada. Eu adoro couve-flor cozida no vapor e depois temperada com vinagre branco. Como ainda morna. É assim que gosto. Só que foi assim que comi ontem no almoço e, quando fui preparar algo para o jantar, olhei para ela, coitadinha, e vi que carecia de um fim menos previsto. Lembrei que no Artusi, que tem várias soluções para legumes e verduras, eu tinha visto algo que poderia me ajudar. Assim já matava dois coelhos com uma cajadada só: resolvia a questão da couve-flor e matava a saudade do Tio Artusi.

(Parêntese: que ditado horroroso: matar dois coelhos com uma cajadada só. Que dó, que dó, que dó!)

E por falar em Artusi, eu estive em Forlimpopoli - cidade natal dele-, e foi muito legal.... Mentira, na verdade não foi muito legal. A cidade é mega pequena e choveu muito no tempo que eu estava lá. E acho que foi a semana que mais me senti sozinha na viagem toda também. Mas foi legal ter ido à Casa Artusi, conhecer o acervo dele, a biblioteca, a própria cidade, que faz alguns eventos gastronômicos artusianos (infelizmente não quando eu estava lá!). Mas entendo, profundamente, o porquê ele e a família, depois de um episódio traumático, se mandaram para Florença. Eu quase cortei os pulsos lá e imagino como seria em "1800 guaraná de rolha".

Vidros da Casa Artusi com trechos do livro

Frittata di cavolfiore - Omelete de Couve-Flor - Artusi 150

"Para fazer esta omelete com uma das verduras mais insípidas que há, como é a couve-flor, são necessárias para a tornar mais saborosa, as seguintes doses..."

300 gramas de couve-flor cozida - (5-7 minutos no vapor)
60 gramas de manteiga
02 colheres (chá) de parmesão ralado
01 colher (chá) de azeite de oliva
06 ovos
Sal e pimenta moída na hora a gosto.

Bata os ovos em uma tigela acrescentando o queijo parmesão, o sal e a pimenta. Reserve.

Depois de cozinhar a couve-flor tente retirar o máximo da água que formou pelo vapor (usei uma peneira para escorrer e deixar secar). Em uma frigideira (com tampa) coloque a manteiga e o azeite, leve ao fogo médio. Acrescente a couve-flor e mexa para que fique toda untada com a manteiga.

Bata mais um pouco os ovos e acrescente à couve-flor. Baixe o fogo, tampe a frigideira e deixe dourar de um lado. Vire e doure do outro lado. Pronto!

Artusi sugere que se faça a omelete fina e que com essa medida pode-se fazer duas. Eu fiz meia receita e, como a minha frigideira não é grande, a omelete ficou mais alta. 




2 comentários:

  1. Deu vontade :-) Vou fazer esta semana!

    ResponderExcluir
  2. Aaaamo couve-flor assim... rs
    mamys, desde q eu era pititinha, fazia os buquês empanadinhos, quase isso, mas ó, bateu vontade de ligar pra mãe e pedir pra ela fazer.. ;oD
    Vou guardar e fazer assim que um bela couve-flor puder entrar em casa novamente!!! rs [Marido traumatizou, mas depois conto a estória!!]

    Xerinhos, bonita!
    Paty

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.