maio 09, 2012

Um pulinho na Espanha - Parte III

O último post sobre a Espanha é doce. Mas não tão doce como doce de batata doce. Isso porque as sobremesas que comi por lá não era aquele exagero de açúcar. E também porque esses meus amigos não são chegados em doces, não. Deve ser por isso que são lindos, magros e elegantes...

Por outro lado, doce mesmo foi a viagens e os dias maravilhosos que passei lá. Não tenho como descrever aqui todos os dias com paisagens lindas, com vilarejos instigantes, com sabores ora suaves, ora intensos. Esses meus amigos (que são amigos recentes!) foram anfitriões e cicerones perfeitos. Muito amor por esse dois e muita admiração pela leveza de suas pessoas. "Carinisssimi, gracias!!!!"






(Parênteses: e o cabelo da blogueira, hein?! Uma longa história pós Vesúvio...)

Vamos falar de comida antes que eu seja tomada pela melancolia...

Cuajada com membrillos

Essa foi umas das minhas sobremesas favoritas: coalhada com marmelada. Provei a versão com mel e também adorei. É de uma suavidade só!

Crema catalana

Presente em 98% dos cardápios, o creme catalão! Esse camadinha de açúcar queimado é o fetiche todo da coisa.



Esse folhado é uma coisa interessante: é doce, mas é feito com toucinho. Tem um super "retrogosto" de torresmo, mas daí vem o açúcar e você não sabe o que está acontecendo mais... Eu gostei bastante,  e confesso que depois que coloquei o primeiro pedaço na boca, e fui surpreendida por esses gostos, eu fiquei olhando para ele com uma cara de "ah, safadinho, você me surpreendeu!"

Lazos de Jaca

Esses aqui nós compramos só para eu provar. Doces e pesados, pesados e doces: "laços" de massa folhada banhados em uma calda de gemas. Vida dura!!!! Em tempo: Jaca é o nome da cidade. Uma cidade super bacana, com uma catedral linda e que é um dos pontos do Caminho de Santiago.  (Pepe e familia, besos!)



Esse pão doce é típico da região também. Uma massa fofinha, nozes, pinoli e açúcar. Ótima com café. 



Esse pastillo é, junto com a porchetta, minha nova ambição culinária. Eu preciso fazer isso aqui para o blog. A massa é muito delicada, o recheio é de abóbora ralada e a cobertura de açúcar. É uma delícia completa e é muito simples. Já estou pesquisando a receita e assim que puder, publico.



Não foi à toa que comprei essa camiseta em Barcelona. Olha a cara de maldade da menininha com garfo e faca na mão. Rolou uma identificação.

Ai, ai, que saudadinha de tudo isso. 

2 comentários:

  1. Oi minha linda quanta coisa boooa. Vou ficar esperando a receita do pastillo viu? Aquilo tem uma cara de gostoso!!!!

    Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.