maio 23, 2012

Beterrabas Assadas ou "A minha beterraba está assando"

Vocês devem ter percebido que o blog anda em uma fase mais... saudável, digamos assim. Não apareceu por aqui ainda nenhum pão, nenhum pedaço de bacon e nem mesmo 50 gramas de manteiga. Ah, pois é...

Desde que voltei de viagem adotamos uma alimentação mais equilibada. A verdade, vou contar para vocês, foi que levei um susto quando meu marido foi me buscar no aeroporto: ele estava quase 10kg mais magro. Sabem como me senti? Uma criadora de gansos para foie gras que fica enchendo o bichinho de comida.

Pôxa, se ele emagreceu tudo isso longe de mim, algo estava errado. E posso garantir que não foi de saudade. Ah, não foi. Então, aproveitamos essa motivação e começamos a cuidar mais a alimentação. E tem sido bem bom!

Como eu almoço sozinha em casa, e também não sou a maior carnívora do mundo, tenho usado e abusado dos legumes. A beterraba é uma novidade na minha cozinha, pois era o único legume que eu não gostava... e isso desde sempre. Me lembro de cenas homéricas da minha mãe tentando fazer eu comer beterraba porque fazia bem para a saúde, porque tinha ferro e blábláblá. A minha sogra sempre diz, quando ligo dizendo que vamos almoçar lá, "vou fazer beterraba", pois sabe que não curto muito não... (sogras, sempre elas!).

O fato é que decidi superar isso e encarar esse legume tão invasivo, tão narcisista e tão egocêntrico que vai espalhando sua cor por onde passa. 

Em P&B para ver como é que fica... um castiguinho.

Há algum tempo como beterraba e confesso que ainda a prefiro crua, ralada. Mas hoje aceitei a sugestão de um livro que gosto bastante, o "Sabores da Toscana", e fiz para o almoço beterrabas assadas.

Essa entra também na minha categoria "não receita", pois é mais um dica mesmo. 

Ingredientes:

Beterrabas - o livro sugere beterrabas pequenas, mas essas eu nunca acho por aqui.
Alecrim ou tomilho
Alho inteiro
Azeite de oliva
Sal

Pré aqueça o forno a 200ºC.

Lave bem as beterrabas com uma escovinha para legumes e corte em pedaços regulares para que o cozimento aconteça por igual. Coloque em um prato refratário, assim como o alho e as ervas. Regue com azeite de oliva e salpique sal ("salpique sal"...hm, interessante!). Se o prato não possue tampa, feche com folha de alumínio. Leve ao forno por aproximadamente 40 minutos.



Eu gostei bastante do resultado, comi como salada quente, junto com rúcula e almeirão. Acho que combina bastante com folhas amargas.

E você? Gosta de beterraba?

9 comentários:

  1. Carla, eu ao contrário d você sempre gostei de beterraba. Sempre fiz cozida, cortadas em cubos e temperadas com azeite, kummel e sal; ou raladas cruas. Confesso que assadas nunca fiz e fiquei bastante curiosa, vou experimentar e depois te conto, tá?!
    Bjuss!!!

    ResponderExcluir
  2. Criadora de gansos foi ótimo, hahahaha... Visualizei a cena de ti enfiando comida goela a baixo no pobre marido, hahaha.

    10 kg é um monte mesmo, mas não te sente tão "culpada", vamos dividi-los da seguinte forma: 3 kg de saudade, 3 kg de preguiça de ir ao supermercado e os últimos 4 ficam na conta da atividade física, cuidados com a alimentação, blá, blá, blá.

    Eu curtia beterraba, comia bastante, mas enjoei, até porque eu só ingeria ela na versão crua e ralada. Vou tentar fazer assada para ver se volta ao cardápio aqui de casa.

    ResponderExcluir
  3. Carla fiquei curiosíssima qndo vc falou no twitter de suas beterrabas assadas. Nunca tinha visto assar beterrabas. Sempre vejo cozida. Eu mesma só comi cozidas ou cruas, para mim foi uma novidade. Qualquer dia vou tentar.
    Beijinhos querida e não acredito que o maridão emagreceu tanto assim em pouco tempo, que loucura, rs

    ResponderExcluir
  4. Carla, ao contrário de ti, sempre adorei beterraba. Fico fascinada com a cor, acho das mais lindas da natureza :) Mas assada é novidade, claro que vou ter que experimentar! Ah, e faça o favor de fazer um post só para contar como o marido perdeu 10 kg em tão pouco tempo, tendo blog de culinária é que não foi, né? Rs. Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Seu post me fez lembrar de um amigo que insiste em dizer que 'ninguém merece comer beterraba'. Eu tenho que discordar pois gosto muito do sabor, e gostei da sua sugestão.
    bjo

    ResponderExcluir
  6. É uma ótima sugestão para variar a maneira de comer beterrabas Carla, particularmente agora no inverno que vai chegar. Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Carla, depois que descobri as beterrabas assadas, nunca mais fiz de outro jeito! E sabe que testei a couve-flor assada, como vi no blog Simplesmente Delícia e ficou maravilhoso!! Coloquei azeite, sal e uns ramos de tomilho e pus no forno sem cobrir por 1 hora. Experimenta!

    ResponderExcluir
  8. muito inteligente a escolha de usar foto em preto e branco para ressaltar o que voce queria comentar.

    ResponderExcluir
  9. ROSÂNGELA tOLOTTI5 de outubro de 2013 18:20

    Experimentei hoje esta receita, aprovadíssima!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.