fevereiro 24, 2012

Modena - Gula pouca é bobagem

Quando disse que essa minha viagem seria uma viagem gastronômica, eu não estava brincando. Tenho tentando provar tudo que aparece pela minha frente e se não aparece, eu vou atrás. 

Estou em Modena, uma cidade muito graciosa e que já faz parte da seleção "Eu moraria aqui".  Já sabia que é a cidade própria para fazer um tour gastronômico, mas confesso que a quantidade de restaurantes (e bares e cantinas e delicatessen e confeitarias e padarias) me assusta. É difícil escolher um lugar para comer, é difícil escolher o que comer. Sempre entro no restaurante repetindo para mim mesmo o mantra "Só o primo piatto, só o primo piatto", mas quando vejo já pedi o primo, o secondo, o dolce e o limoncello, claro, para ajudar na digestão. Olho grande e gula tem nome e sobrenome aqui: Carla Maicá.

Hoje estava relendo esse texto sobre a Emília-Romanha e só posso dizer para vocês que é isso mesmo. Tudo que li naquelas linhas, tenho vivido aqui. 

As massas recheadas são maravilhosas. Uma massa fininha, sutil, com recheios que me deixam maravilhada. Nada nos sabores é demais. Tudo é equilibrado. 


As vitrines das lojas culinárias são lindas. As confeitarias são um luxo só. Eu fico olhando para todos os lados, caçando um presunto aqui, um queijo ali, um pão acolá. E tudo isso regado a lambrusco. Lambrusco seco. Se pedir um amabile te coloram para fora do bar ou, no mínimo, vão olhar para você com uma cara de "ah, turistas!". 


Massimo Bottura e eu estamos na mesma cidade...ai, ai

Lambrusco em qualquer hora do dia. 
O bollito misto com seu famoso cotechino, que é gordurentinho, mas uma delícia
Esse, depois da comilança toda, desce redondinho...
Ela. Sem mais.
Gelato di limone e pistacchi - quase uma refeição
Abstraiam as taças e olhem a cara do dono do bar! Medinho...

2 comentários:

  1. Carlinha, estou aqui sonhando com tudo isso! E claro, cada vez mais ansiosa... E vou ser igual a você, gula com nome e sobrenome: Cecilia Padilha kkkkkk
    Amei esse seu post!
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Post mara, Carlinha! O jeito como tu escreves e descreves as comidas, os lugares...parece que estou aí junto; que posso ver e sentir cada detalhe! E a cara do dono do bar...vou te contar heim, amiga...nossa! Um beijo.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.