janeiro 11, 2012

Creme de Laranja - Sabor de Infância

Hoje daremos uma pausa na nossa viagem gastronômica pela Itália. Nossa viagem vai ser outra, vai ser uma viagem no tempo. Tá, mas nem tanto tempo assim, afinal de contas sou apenas uma balzaquiana.

Sabor de infância. Esse é o tema da blogagem coletiva que acionou o nosso botãozinho da memória, afinal de contas, geralmente é de lá que vem aquela lembrança gostosa da comida da mãe, do bolo da avó, do pão que o pai fazia, dos restaurantes de domingo, das festas de Natal. Quando falamos de memória afetiva,  quase sempre a mesa está lá.


Acesse os outros post e descubra quem são essas fofuras!


Túlio - Macho Gourmet: Banana Real
Sara - Cozinha em Cena:  Esfihas
Priscila - Culinarístico: Enroladinho de salsicha
Tereza - Cozinha Perfumada: Doce de banana em calda
Ricardo - Fette di Amore: Mingau de farinha láctea:
Mirella - Fica, vai ter sobremesa: Charlotte de coco


Se eu começo a pensar nos sabores que fizeram parte da minha infância a lista será longa: o molho de sardinha da minha avó paterna, a carne assada com muito alho da minha avó materna, o quibebe da minha tia favorita, calda de de "nega maluca" que fazíamos para matar a vontade de doces, bolo de aniversário com recheio de pudim Royal de morango, o carreteiro com micro pedaços de carne do meu pai, a chimia que a Nita e a minha mãe faziam com as uvas do quintal dos Dall'Alba... Ixi, a coisa vai longe, mas sempre tem um dos sabores que, quando perguntado "o que te lembra infância?", é arrebatador, e no meu caso, é o creme de laranja que minha mãe fazia. 


Quem viu o filme O Fabuloso Destino de Amelie Poulain vai lembrar dessa cena, que é quando o personagem Dominique encontra a sua caixa cheia de lembranças da infância e, como num filme (!), vai recordando do seu tempo de menino, acionado por cada um dos objetos da caixa. Lindo, poético, humano! 

E foi mais ou menos isso que aconteceu quando comecei a fazer esse creme de laranja. Um simples creme de laranja, açúcar e amido. Lembrei PERFEITAMENTE d'eu pegando aquelas tigelas marinex castanhas, cheias de creme e comer a colheradas! Esse mesmo creme muitas vezes recheava os bolos de aniversário, meu, do meu irmão (a Carolina nem pensava em nascer ainda!) e das minhas bonecas. Ahhhh, das minhas bonecas sim! Eu fazia aniversário das minhas "filhas", assim com as batizava. Ué, minhas bonecas não eram pagãs, não, não. Minha mãe se prestava a fazer o batismo na beira da pia da cozinha, e a Karla, minha amiga desde sempre, a madrinha de todas elas. Minha mãe se prestava a colocar todas as bonecas na mesa, cada uma em uma cadeira, a "aniversariante" na ponta da mesa, o bolo feito na lata de goiabada, a vela cor de rosa... Isso quando eu ainda era uma ladyzinha, depois dos 7 anos eu era muito guri! Futebol, taco, garrafão e carrinho de lomba começaram a fazer parte do meu vocabulário.

Eu amo essa foto! Muito anos 80!

Olha eu aí, no auge da minha brabeza não querendo ser celebridade. Essa foto faz parte de um "book" quando eles nem pensavam nessa palavra para definir uma série de fotos daqueles caras que iam de casa em casa querendo retratar as crianças dos bairros. Eu já estava de saco cheio de tanto fazer pose e não queria mais mesmo! Olhem o resultado: cara de fúria. Tem gente que diz que até hoje faço essa cara quando sou contrariada... Hm... 

Creme de laranja da Dona Cleusa

(Medidas daqui, pois sabem como é, sou péssima com amido)




390ml de um bom suco de laranjas (laranjas frescas, com suco de cor viva ou um bom suco de caixinha)
18 gramas de amido de milho
30 gramas de açúcar

Dissolva o amido em um pouco de suco. Coloque o suco de laranja e o açúcar para ferver em fogo baixo, acrescente o amido diluído. Mexa sempre para não "embolotar". Depois que engrossou, mexendo sempre, deixe ferver por mais 3 minutos. Coloque em tacinhas ou em outro recipiente, leve a geladeira por pelo menos 3 horas.

Esse cachorrinho em ganhei no meu 1º Natal - Dezembro /80 eu, com 20 dias.
E você? Qual o seu Sabor de Infância?

15 comentários:

  1. Que legal! Há uns anos atrás eu participei de uma blogagem coletiva chamada "Comidas da Memória" que tinha o mesmo tema, foi super divertido! Adoro ver essas fotos anos 80. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. A cara de bravinha da foto tá a melhor! Risos... Adorei a receita e a sensação "recordar é viver".
    Aproveitando, feliz 2012!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Minha mãe fazia este creminho em xícaras de cafèzinho, desenformava em uma travessa grande e regava com um molho feito com vinho, água, açúcar e amido de milho. Era uma festa... Bons tempos, lá por 1960-70.

    Parabéns pelo blog. Gosto muito.
    Sidney

    ResponderExcluir
  4. Carlinha amei participar desta blogagem coletiva para recordar os bons tempos!! ;) É uma delicia lembrar de cada detalhe da nossa infância e parece delicioso seu flan de laranjae ficou lindão! Comida de infância é tuuudo de bom! Adorei seu cachorrinho de presente de Natal, eu não tenho nenhum desses brinquedinhos mais...rs Beijos Tê

    ResponderExcluir
  5. Que delícia de postagem, muito legal relembrar com vocês as comidas e coisas da infância. Acabei relembrando minhas próprias histórias, afinal fomos crianças mais ou menos na mesma época, né? (Abafa!). Simples e saboroso, esse creminho de laranja tem a cara de comida da infância :-) Um beijo!

    ResponderExcluir
  6. Carla, esse pedaço de Amelie realmente tem tudo a ver com a nossa postagem.
    Ficou muito querido seu post, trouxe toda uma nostalgia, né?
    Nunca comi esse creme de laranja, vou fazer qualquer hora dessas pra saber qual foi o sabor da sua infância.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Carla Maicá, a Terrível! Seria um bom nome pra essa foto. hehehehe
    Não me lembro de ter comido creme de laranja na minha vida. Mas como é facinho de fazer, vou ver se faço amanhã mesmo. Tem tudo que preciso em casa. :)

    ResponderExcluir
  8. Carlota, amo esta sua foto mais que tudo! E seu post ficou lindo, perfeito e maravilhoso. Nunca comi creme de laranja, mas depois deste post acho que terei que provar. bjoss

    ResponderExcluir
  9. Há algumas eras, na minha família, fazíamos o súgoli de laranja ou de vinho. A receita veio da Itália, o de laranja era idêntico a esta sua receita. Boas lembranças. Maria Glória D'Amico.

    ResponderExcluir
  10. Hummm, me parece delicioso esse creme Carla e por aqui há em abundância nesta época e acho que vou experimentar...Obrigada pela partilha

    beijos e FELICIDADES!

    ResponderExcluir
  11. Ola Carla,

    Nao conhecia o seu blog, gostei depois vou voltar com mais calma! Quando li a sua postagem e lembrei que a minha mae sempre fazia sempre creme de laranja. Obrigada pela receita.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Huuuuuuum esse creme de Laranja é uma delícia, eu fiz conforme a receita e amei, farei sempre agora :)

    ResponderExcluir
  13. Estava procurando uma receita de creme de laranja, pois me veio à lembrança, assim à toa, o doce que era servido no recreio da escola de Dona Glorinha, em Olinda-PE, no ano 1958, onde eu estudava.Somente ali ele era servido e permaneceu na minha memória como algo totalmente passado e inacessível. Vou testar a receita e ver se os sabores coincidem.Gratidão!

    ResponderExcluir
  14. Oi...cheguei aqui pesquisando sobre meu doce preferido de infância...minha avó italiana que faleceu a poucos dias sempre fez com fubá...igualzinho a polenta (polenta ela comia até no meio pão). Como eu queria perguntar a ela se também faziam de uva na infância...e se faziam com trigo ou fubá o de uva...
    Obrigado pelaslembranças do passado...

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.