agosto 04, 2011

Pan di ramerino [Ou, fazer pão é uma coisa que relaxa]

Hoje bateu a síndrome de padeiro e não sosseguei até abrir o pacote de farinha. Acho que nasci para isso mesmo. Amassei esse pão com tanta vontade, por tantos longos minutos que a massa, coitada, já estava quase suplicando “me larga, pelo amor de deus!”.



Venho namorando há tempos este pão toscano, mas não sei o porquê até então nunca tinha feito. A inspiração veio do livro Culinária Itália, de Claudia Piras (livro que considero um dos melhores se tratando de gastronomia italiana) e a receita veio daqui.

Em todas as receitas que pesquisei vi um pão bem assado, de cor castanha, coisa que não consegui no meu, mas suspeito que o meu problema tenha sido o forno que não é dos melhores. De qualquer maneira ele ficou bem delicioso, embora anêmico.



Dica: se você não quer alimentar o bairro todo, faça meia receita.

Pan di ramerino – Pão de alecrim

“[...] era antigamente cozido na Semana Santa. Estes pães grandes eram enfeitados com uma cruz e vendidos às portas das igrejas pelos semellai, ou seja, os vendedores ambulantes de pão. A massa é aprimorada com açúcar, passas e agulhas de alecrim picadas. Como este pão é muito nutritivo, rapidamente deixou de ser cozido exclusivamente na Páscoa, passando a ser consumido durante todo ano. Ainda hoje é muito apreciado.”

Amém!



Ingredientes


01 quilo de farinha
50 gramas de fermento biológico fresco
50 gramas de açúcar
02 xícaras de água morna (talvez um pouco mais)
150 ml de azeite de oliva
300 gramas de uvas passas
Ramos de alecrim
½ colher (sopa) de sal
Pimenta moída na hora a gosto.



Coloque a farinha (separando dela 01 xícara para ser usada durante a sova) e o açúcar em uma tigela grande. Faça um buraco no centro e coloque o fermento esmigalhado. Vá acrescentando água aos poucos, dissolvendo o fermento e incorporando a farinha. Enfarinhe a superfície de trabalho e coloque a massa. Sove com vontade por aproximadamente 20 minutos. Ela se tornará uma massa lisa e pesada. Coloque de volta na tigela, cubra com um plástico e deixe fermentando por 1h em lugar quente.

Enquanto fermenta, coloque o azeite em uma frigideira e coloque metade da quantidade de alecrim. Leve ao fogo baixo e deixe esquentar, cuidando para não queimar o azeite. O resultado será um azeite aromatizado. Peneire o azeite e o coloque sobre as passas. Reserve.

Depois de 1h a massa deve dobrar de tamanho e estará lindamente grande. Polvilhe novamente a superfície de trabalho, coloque a massa crescida e faça a segunda sova, coloque sal e pimenta, amasse novamente (5 minutos). Abra a massa, coloque as passas com o azeite e o restante do alecrim picado. Muita calma nesta hora: utilize a xícara de farinha reservada neste momento, aos poucos. Vá incorporando o azeite e as passas na massa. Amasse bem, sove com vontade. A massa resultará lisa, elástica e muito aromática.

Divida em pequenos tamanhos (eu fiz de 200 gramas), faça uma cruz na superfície e leve para levedar por mais 1h em lugar quente e seco.

Pré aqueça o forno a 200C.

Pincele azeite de oliva sobre os pães e asse até ficarem castanhos (mais ou menos 1h30) 

9 comentários:

  1. Lindos, lindos estes pães...não é à toa que disseste ter mãos para pães! Com certeza tens, sim!!! Beijos e queijos(hehehehe).

    ResponderExcluir
  2. Ai, que delícia, Carla! Comi com os olhos (fazer o que... :o)

    ResponderExcluir
  3. Eu sou sadomasoquista, definitivamente sou sim...
    Pq só sendo lôca e sadomasô pra vir te visitar a essa hora e desidratar vendo essas delícias!
    Mulher eu adoro pão, amo passas e sou tarada por alecrim, preciso falar mais alguma coisa??? rs

    Mais xêros quase babados! rs
    Paty

    ResponderExcluir
  4. Estou visitando o site pela primeira vez e gostei bastante !

    Já adicionei o site nos favoritos para estar acompanhando sempre as novidades !

    Parabéns e Sucesso !
    www.okamix.com.br

    ResponderExcluir
  5. Carlinha...lindos pães! Que mão, heim?! Manda um pra cá, que eu te mando um dos meus de nozes!!! Beijos...e queijos!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que delícia de pãezinhos! E que capricho para fazê-los! Cheguei agora ao seu blog e adorei, já virei seguidora!

    Aproveito para te convidar a conhecer o meu, o Gourmandisme, e participar do sorteio que está acontecendo: uma cesta de produtos Hershey's! beijos

    ResponderExcluir
  7. Adoro fazer pão....e comer depois...rsrs!!!Esta receita parece ótima! Descobri seu blog por acaso e ADOREI! As fotos estão lindas :)

    Tania (Avental e Aventuras)
    http://aventaleaventuras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Os pães estão maravilhosos e devem estar deliciosos!!!
    Eu adoro fazer pão, acho uma terapia...
    Parabéns...
    Lee

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.