abril 03, 2011

Lombinho de Porco Assado

Eu definitivamente não sou uma carnívora louca incondicional. Como carne só quando dá muita vontade, não costumo fazer bifes na minha casa e se rola algum prato com carne aqui geralmente é porque o marido pediu. Ele já é carnívoro total. Adora um churrasco, come carne todos os dias e, se não bastasse, está tentando entrar para o mundo dos assadores. Isto é, de vez em quando ele inventa de chegar com carvão e espetos na casa dos meus pais para mais uma aventura em volta da churrasqueira. Ele está conseguindo. O menino é bom.

Quando tenho que escolher a carne sempre acabo optando pela carne, acreditem, de porco. E foi esta a minha escolha para o almoço de ontem: lombinho assado.

Queria uma costela para fazer uma receita artusiana (Àrista), mas não encontrei de última hora. É um corte um tanto diferente e creio que só acharei no Mercado Público. Fica para a próxima.

Esta receita é muito fácil de fazer. Na verdade não é “receita”, mas aí vai:

Lombinho de porco assado no forno.

1 Kg de lombo de porco
1 cebola grande
3 dentes de alho
Azeite de oliva
60 ml de vinho branco
Pimenta moída na hora, pimenta malagueta em flocos, louro, salsinha desidratada, sal



Pré aqueça o forno a 180º C
Unte com azeite uma assadeira. Use pouco azeite, não é necessário muito, pois a carne soltará gordura. Corte a cebola em rodelas de aproximadamente 1 centímetro. Faça uma “caminha” com a cebola onde será colocada a carne. Esmague os dentes de alho e coloque junto com a cebola. Não é necessário tirar as cascas. Em um pilão coloque as folhas de louro em pedaços, os outros temperos e o restante do azeite de oliva. Amasse bem para que todos os temperos soltem os seus aromas. Passe este azeite temperado na carne, e a coloque sobre as cebolas. Cubra com papel alumínio e leve ao forno por aproximadamente 2h. Lá pela 1h30 de cozimento retire o papel e deixe assar mais um pouco para dourar. Retire do forno e coloque no prato que você vai servir. Na forma onde foi assada ficou um molho, não?! Leve esta forma ao fogo baixo e coloque o vinho. Distribua o vinho pela forma para que ele pegue todo o tempero. Desligue quando começar a ferver. Coe este líquido e regue a carne assada.


5 comentários:

  1. Sou seu mais novo leitor, por indicação do blog Banco & Balcão. Gostei muito de muitos posts e esse é o primeiro que comento. Um pecado não ter comentários em uma receita tão saborosa e simples. E pecado também será quando eu fizer essa receita e quiser comer sozinho porque em casa apenas eu sou apaixonado por porco. Vou experimentar para fugir do rotineiro. Ah, bonita foto.

    ResponderExcluir
  2. Caju, obrigada pelo comentário e pelos elogios. Agora, não deixe mesmo de fazer porque só você gosta. É tão simples e tão saboroso que você dá conta rapidinho.Quando viu acabou...rs. Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Ola cunhada,
    Maravilha de receita(ou nao receita)adoro porco... e ja aproveitei sua ideia e fiz hoje, mas na panela de ferro...ficou uma maravilha.
    Mas que tal o mano véio fazendo churras??? isso ai, mantém a fama da familia Schneider: comedores de CARNE.
    Se puder faz umas recitas de cogumelos, adoro comer mas nao sei fazer.

    Beijaooooooooooo

    Alex

    ResponderExcluir
  4. De nada, estarei aqui passeando quase que diariamente. E não vou peder a oportunidade de preparar a receita. É só achar o lombo de porco aqui em Salvador e esperar o final de semana.

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus! Vou me achar e me perder neste blog! Parabéns Carlinha!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.