março 01, 2011

Chimias e micro causos

Aqui no sul dificilmente alguém fala “geleia”, o mais comum é chimia (do alemão schimier). Chimia de uva, de goiaba, de figo... e para meu desespero, chimia de ovo.


  • Pensem, chimia DE ovo. É tradição na família do meu marido. Quando perguntaram se eu queria chimia de ovo logo pensei algo como gemada, um curd, sei lá. Então me explicaram que não, que na verdade é mais para uma omelete doce. Agradeci e disse que não. Negarei eternamente. Chimia de ovo, onde já se viu?!


  • Minha avó fazia uma chimia de bergamota mega amarga. Ela propositalmente deixava algumas sementes. Lembro que eu gostava não gostando. Era adorada pelos adultos e odiada pelas crianças. Óbvio.


  • Na casa da Karla, minha amiga desde sempre, eles tem um parreiral e a mãe dela e a minha ficavam dias ao redor do fogão a lenha fazendo chimia de uva. Rendia potes e potes que duravam o ano todo.


  • Meu pai é obcecado por chimia de figo. E é briga na casa dos meus pais quando, em todas as compras, ele aparece com um pote de chimia de figo. Minha mãe e minha irmã declararam guerra e levantaram a bandeira da rebeldia comprando chimia de goiaba. Acho que a minha geleia de figo não será bem vinda na casa. Terei que presentear meu pai clandestinamente.



Geleia de figo

Ingredientes

1 quilo de figo
1 quilo de açúcar
Suco e raspas da casca de 1 limão

Lave e descasque os figos. Coloque em uma panela média, acrescente o suco e as raspas da casca do limão. Cozinhe até o figo ficar bem macio. Com muito cuidado, retire a fruta da panela e passe por um passaverdura ou liquidificador. Caso use o liquidificador, não processe demais para que fiquem alguns pedacinhos da fruta. Volte para a panela, acrescente o açúcar, mexa bem. Deixe cozinhar em fogo médio por 40 minutos, mexendo algumas vezes para não queimar no fundo da panela. A consistência estará boa quando colocada uma gota de geleia na tampa da panela e ela não escorrer. Retire do fogo e coloque em potes de vidro esterilizados.


Geleia de Ameixa e Gengibre

Ingredientes

1 quilo de ameixas
1 quilo de açúcar
30 gramas de gengibre fresco ralado
Suco de 1 limão

Lave bem as ameixas, corte em 4 pedaços e retire o caroço. Leve para a panela junto com o açúcar, o suco de limão e o gengibre ralado. Deixe cozinhar por 15 minutos. Com muito cuidado retire a fruta da panela e passe por um passaverdura ou liquidificador. Caso use o liquidificador, não processe demais para que fiquem alguns pedacinhos da fruta. Volte para a panela e cozinhe por 50 minutos em fogo médio. Não esqueça de mexer sempre para não queimar e caso forme uma “nata” (um resíduo esbranquiçado) na superfície da geleia, vá retirando com a colher. Passado o tempo de cozimento coloque em potes de vidro esterilizados.


5 comentários:

  1. Geléias lindas(fui criada em Pelotas onde se diz geléia sempre, fotos lindas e a horta ao fundo nem se fala, dá vontade de sair cozinhando de tudo. bjs

    ResponderExcluir
  2. Rô, sempre bom tereceber aqui! Bom, o pessoal de Pelotas é todo chique, né?! Não poderia ser diferente...rs. A horta está ficando linda: tudo brotando e cada vez que vou regar ("micro" regar, na verdade) as folhas exalam um aroma fresco, fresco. Uma delícia. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Carla, poderias aceitar o "omelete de ovo", sabe que minha mãe faz até hj omelete de verdade com açucar, ela ama.
    explicação: ela é japonesa hahahahahaha

    beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi, Renata! Acho que estou precisando rever meus conceitos: omelete com açúcar!..rssss. Obrigada pela visita! Beijão! (Tua mãe é japonesa! Que luxo! E ela cozinha bastante???)

    ResponderExcluir
  5. Ola eu amei estes potes redondos com essa tampa diferente,vc pode me informar onde posso encontrar sou de BH MG mabemelillo@bol.com.br meu cel é vivo 3199940658 whats up aguardo obrigada

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.