janeiro 17, 2011

Deu, passou! e Confit de Alho

Nos três últimos dias eu fui tomada por uma preguiça monstro. Era inexplicável o meu estado de letargia. Um mix de calor, tédio, saco cheio e protelação. Sim, protelação. Um monte de coisas que eu deveria ter feito e não fiz. Um monte de textos que deveria ter lido e não li. Um monte de páginas que deveria ter escrito e não escrevi.

Mas sempre há uma segunda-feira e junto dela aquela sensação de início. E é assim que começo o meu dia, a minha semana.

Fiz este confit na sexta-feira, mas a mongolice me impediu de postar no dia. Desde que comprei a revista fiquei de olho nesta receita. É uma receita do livro Nature, de Alain Ducasse.

Ficou uma delícia. Não tenham dúvidas.


Confit de Alho
(Inspirado na revista Saveurs – Maio 2010)

Ingredientes

03 cabeças grandes de alho roxo
02 ramos de tomilho
02 ramos de alecrim
15 grãos de pimenta preta
10 bagas de zimbro
300 ml de azeite de oliva
Sal a gosto

Esterilize um vidro com tampa.

Separe todos os dentes de alho e retire todo o excesso de pele. Deixe apenas a pele que envolve cada um deles. Coloque-os em uma panela. Junte o tomilho, o alecrim, a pimenta e o sal. Acrescente o azeite de oliva. Coloque a panela no fogo mais baixo possível do seu fogão e deixe por 30 minutos. O óleo não pode ferver, nem queimar. Retire a panela do fogo, deixe esfriar. Coloque os dentes de alho e os temperos, inclusive o zimbro, no vidro. Derrame o azeite por cima deles. Feche bem o recipiente e guarde em um lugar escuro por 30 dias.





Um comentário:

  1. Menina, isso deve ser muito bom!
    Estou visitando seu blog e como sou uma apaixonada pela Itália não consigo sair...
    Eliana Ayako

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.