novembro 11, 2010

Ciambelle ossia Buccellati – Artusi 607

Roscas, ou seja, roscas.
É mais ou menos isso que Artusi diz nas suas receitas número 606 e 607.


Ciambella é uma espécie de rosca, um bolo assado com um buraco no meio. É um doce tradicional da Romagna e, a cada casa que se vai, pode-se perceber uma versão da receita, mas cada qual mais “autêntica” que a outra. Algumas usam anis junto às raspas de casca de limão, outras utilizam vinho branco na massa, ou ainda frutas cristalizadas.

Isso é uma coisa legal e que me chama muito atenção na culinária. É difícil localizar uma receita original e autêntica. Devido a gama de ingredientes ou as infinitas maneiras de preparo muitas receitas possuem diversas versões, e na Itália me parece que isso é mais acentuado devido às regiões e ao apego que cada habitante tem a sua. Não raras vezes leio nos textos sobre história da culinária italiana que “a origem desta receita é disputada por tal e tal região”. O fato é que as receitas vão se adaptando ao paladar de quem as faz e vai passando de geração para geração, ou ainda é influenciada pelo contato com outras culturas e é por isso que muitas vezes encontramos várias versões de uma mesma receita. E para mim este é um dos temperos da culinária.

Ontem estava lendo sobre o Pão de Ló e fiquei encantada com a sua biografia cheia de história e de disputas. Versões que passam das mais simples às mais luxuosas que demonstravam o quanto as famílias que ofereciam o doce nas festividades eram abastadas já que a quantidade de ovos e açúcar que a receita pede não era para qualquer um.

(Abrindo parêntese: tocou a campainha agora e fui surpreendida pela minha vizinha com três pãezinhos de queijo, quentinhos, crocantes! Senhor, obrigada pelos meus vizinhos de porta!!!)

De qualquer maneira buccellato é a ciambella tradicional de Sarzana (Ligúria) e da província de Lucca (Toscana). Retirei esta receita da Scienza in Cucina, o meu livro objeto de pesquisa, do qual me apaixono cada vez mais.

É sugerido que as ciambelle ou os buccellati sejam embebidos em vinho e comidos após as refeições ou ainda no café com leite da manhã.

Fiz meia receita e optei em fazer rosquinhas ao invés de uma rosca grande. Consegui 12 porções.

Ciambelle ossia Buccellati – Rosquinhas

Ingredientes:

500 gramas de farinha de trigo
180 gramas de açúcar
90 gramas de manteiga derretida
15 gramas de cremor de tártaro
5 gramas de bicarbonato de sódio
2 ovos
Casca de 01 limão (ou anis, ou até mesmo cidra cristalizada em pedacinhos)

Pré aqueça o forno a 220º

Peneire a farinha e o açúcar em uma tigela. Faça um buraco no meio da mistura e acrescente a manteiga e os ovos. Amasse bem. Se necessário use um pouco de leite morno para a massa ficar mais homogênea. Depois de bem amassada acrescente as raspas de limão, o cremor de tártaro e o bicarbonato. Trabalhe bem a massa para incorporar os ingredientes de maneira uniforme. Divida a massa em duas partes. Molde como roscas e coloque em uma assadeira untada com manteiga. Asse por 35 minutos.


Que imagem caprichosa!!! Já virei milhares de vezes e ela teima em ficar assim. Então que fique!!!

6 comentários:

  1. Olá Carla
    Sou jornalista, trabalho para a Revista Sabores do Sul, e preciso entrar em contato com você. Como não tem e-mail no seu blog, gostaria que você me passasse seu e-mail para que eu possa concretizar o contato. Nosso e-mail arte@revistasaboresdosul.com.br.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  2. Hmmm! Na hora do lanche, ver esta receita, que delícia! Parabéns pelo blog! Esta eu vou fazer!
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Sou da Família Artusi
    e vendo essas receitas agora entendo que pode ser do sangue mesmo a comida maravilhosa que minha família faz :D

    abraços!!
    Fabiula Regina Artusi

    ResponderExcluir
  4. Fabiula,

    Que legal, você é uma artusiana! Não tenho dúvidas sobre a genética culinária da família...rs.

    Como você viu, sou uma apaixonada por Artusi. Adoro o estilo dele de escrita, valorizo as receitas que ele publicou e compartilho muito do pensamento sobre o que é culinária que ele deixa claro em seu livro.

    Terminando as férias vou me dedicar mais a ele aqui no blog e publicar minhas teorias e observações sobre, e claro, mais receitas.

    Espero que goste.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Ciao!
    Che blog meraviglioso
    e quindi rifai tutte le ricette dell'artusi? :)
    Anche noi!
    In un anno... alla Julie and Julia project!
    Possiamo aggiungerti ai sostenitori?

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.