outubro 15, 2010

Iogurte caseiro e o milagre da multiplicação

Desde que comecei a ler blogs de culinária e vi a receita do iogurte caseiro feito em garrafa térmica fiquei curiosa. Primeiro porque gosto de fazer eu mesma o que como. Quanto menos conservantes, aromatizantes e outros "antes", melhor. Segundo porque a receita dada pelos bloggers não tem aqueles “bichinhos do iogurte”.

Lembro que minha mãe fazia o iogurte com esses bichinhos (kefir) que se multiplicavam alucinadamente e, como toda vizinhança também fazia iogurte desta maneira, quando atingida a superpopulação e não havia mais ninguém para quem distribuir, minha mãe mandava os coitados ralo a baixo.

Quando cogitamos em fazer iogurte aqui em casa fomos unânimes: de bichinhos, não!!!! Então, quando li no post da Ana e do Vitor Hugo de que é possível sim, fazer iogurte sem estresse algum, não tive dúvidas.

É bem simples e o resultado é muito bom. Mas não estranhe: ao que tudo indica a primeira vez não dá certo mesmo. O primeiro que fiz ficou muito líquido e bem ácido, mas não desisti e ontem fiz novamente. Deixei repousando a noite toda e hoje a primeira coisa que fiz quando levantei foi conferir.
Excelente!

Duas dicas:

- Para a primeira vez utilize um iogurte de boa qualidade. Escolha um que tenha na composição apenas leite integral e fermento lácteo.

- Tenha uma garrafa térmica só para isso, como diz o Vitor Hugo, iogurte com gosto de café não dá, né?!


Iogurte Caseiro

Ingredientes:

- 1 litro de leite integral de boa qualidade

- 2 colheres (sopa) de iogurte natural

Modo de Preparo:

Ferva o leite e deixe amornar (uns 43-45º C). Se não tem um termômetro culinário faça o teste do dedo: se seu dedo suportar ficar mergulhado no leite por 10 segundos você tem a temperatura ideal. Junte as duas colheres de iogurte e mexa bem. Coloque na garrafa térmica, feche bem e deixe quieto.

Eu deixei na garrafa por 5 horas. Fiz à noite e pus na geladeira pela manhã e gostei do resultado, pois ficou cremoso e não muito ácido.

Dura uma semana na geladeira e, para fazer a próxima vez, basta retirar duas colheres deste primeiro e fazer o procedimento novamente. Ou seja, você vai usar este primeiro iogurte para fazer o próximo e assim sucessivamente.

Simples, bacana, saudável, barato! Quer coisa melhor?



Fonte da imagem: http://office.microsoft.com/pt-br/images/results.aspx?qu=iogurte&origin=FX010132103

9 comentários:

  1. Carla...
    Parabéns pelo blog...estarei me atualizando de hoje em diante...rsrsr
    Bjs.
    Monica Dias

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela visita, Monica! Muito legal. Daqui uns dias já teremos receitinhas saindo do "forno". Bjos

    ResponderExcluir
  3. fiz o iogurte e é um sucesso!! Fica muito bom mesmo. Funcionou perfeitamente =D

    ResponderExcluir
  4. Ai, que bom que vc testou! Este "budino" é ótimo mesmo! Bjos!!!

    ResponderExcluir
  5. Que delícia este iogurte! Vou fazer para eu comer.

    ResponderExcluir
  6. Meu namorado faz quase assi, a diferença é q ele coloca numa vasilha qq, nem precisa a garrafa térmica...
    bj

    ResponderExcluir
  7. Faço em pote de vidro envolto de toalha, depois de um tempo ele fica um tanto ácido, mas aí é só forjar um meio úmido, com pano úmido sobre a tampa do pote, que ele volta a ser doce e feliz!!!! Se estiver frio faço uma estufa com um balde ou panela que cubra o pote sobre outra superfície... Faço iogurte caseiro há um ano... Abraços Tati

    ResponderExcluir
  8. Olá Carla sou tua conterrânea tbm de Gravatai, qual iogurte e leite sugere? Ah e quanto rende? Tô louca pra testar!! Bj

    ResponderExcluir
  9. Oi sou tua conterrânea tbm de Gravatai!! Qual iogurte e leite vc sugere? E quanto rende? Adorei super em conta, tô louca pra fazer!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.