outubro 10, 2010

Cucina Artusiana - Motivação

Ouvi falar em Artusi pela primeira vez em 2007 numa aula de cultura italiana com professora Florence Carboni. Foi algo rápido sobre a influência do francês no léxico gastronômico italiano e como havia acontecido tais adaptações. Tempos depois Florence me emprestou um livro sobre língua e identidade italiana e lá encontrei um artigo escrito por Giovanna Frosini sobre a história linguística da Itália por um viés gastronômico e Artusi figurava como o grande nome deste estudo. Foi paixão certa!

Artusi tem permeado minhas pesquisas e cada vez mais me encanto com a sua escrita. O seu livro “La Scienza in Cucina e l’Arte de Mangiar Bene” é uma gostosura de ser lido e tudo que ele escreve parece ser muito fácil de ser executado. Nada de mistérios, apenas truques.

O livro foi lançado em 1891 e reúne 790 receitas regionais italiana de uma maneira muito divertida. Artusi conta histórias, faz piadas e tece comentários inusitados sobre a origem dos pratos e o uso de ingredientes. Leve e instigante.

 

1ª edição - 1891

Decidi escrever este blog para que possamos juntos conhecer um pouco mais sobre a culinária italiana e celebrar aqui um registro culinário e linguístico que é a obra de Artusi. Tentarei trazer receitas originais do livro com o menor número de adaptações possíveis e outras curiosidades relacionadas à gastronomia, ao italiano, à linguística e à tradução (quatro elementos que me movem atualmente).

E por falar em tradução, ano passado a Associação Emiliano-Romagnola Bandeirante de Salto e Itu – São Paulo, lançou a tradução em língua portuguesa do livro de Artusi. “A ciência na Cozinha e a Arte de Comer Bem” conta com uma edição bem cuidada que mantém o tom artusiano de escrever, ou seja, divertido e didático.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.