outubro 21, 2010

Bolo de Fubá - Porque nem tudo deve ser complicado

Hoje, na orientação do meu estágio de tradução, comentava com a professora Susana Termignoni o quanto é difícil traduzir uma receita, ainda mais quando a receita é do ano de 1853. No meio do meu desabafo chega a professora Florence que é una brava cuoca e que me dará um auxílio “técnico” no texto escolhido. Quando ela leu a receita em questão me lançou a pergunta: Não tinha nada mais fácil, não?! Como um bolo de fubá?!

Ok, estava prometido há tempo e amanhã teremos bolo na aula.

Bolo de Fubá

Xícara medidora de 240 ml

4 ovos – claras e gemas separadas
2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de farinha de milho (fubá)
2 xícaras de açúcar
4 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
1 xícara de leite
3 colheres (chá) de fermento
1 colher (chá) de cremor tártaro

Pré-aqueça o forno a 180º. Unte uma forma com furo no meio e polvilhe com fubá

Peneire a farinha de trigo, o fubá, o fermento e o cremor tártaro. Reserve. Na velocidade média da batedeira bata as claras em neve em picos moles, vá acrescentando aos poucos o açúcar. Acrescente as gemas, a manteiga e o leite. Bata por 1 minuto. Acrescente, a colheradas, as farinhas peneiradas com o fermento e cremor tártaro. Bata até ficar uma massa bem homogênea. Coloque na forma preparada e deixe assar por aproximadamente 1h.

Demorei mais tempo do que o normal, pois é a primeira vez que faço este bolo com receita!!!

Quase na hora de tirar do forno a casa foi tomada por aquele aroma gostoso de bolo quentinho.

Se desejar pode enfeitar com açúcar de confeiteiro.


Rend.: 8 porções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita e comentário no Cucina Artusiana.